Saca-rolhas natural na capa do Paladar

13/12/2010 11:43

Hoje estou no Paladar por um motivo diferente do que costumo estar. Desta vez não foi para falar de comida e sim por causa de uma montagem de saca-rolhas que fiz a pedido da editora Patrícia Ferraz, para ilustrar a matéria de capa do caderno que é sobre novos determinantes de escolha de vinhos. Orgânicos, biodinâmicos, naturais (artificiais?). Luiz Horta discorre com maestria e graça sobre o assunto. O tema também é discutido pelo Eric Asimov, crítico de vinhos da New York Times: "Se o seu é natural, o meu é artificial?". Não perca. Já o meu Paladar será certamente enquadrado, afinal não é toda hora que uma "obra de arte" efêmera como esta é eternizada na capa de um jornal do porte do Estadão.

A princípio pensei que queriam um saca-rolhas de verdade e já me vi esculpindo o tronco seco. Mas logo entendi que a brincadeira era apenas escolher um galho da videira que tivesse a forma natural de um saca-rolhas em T. Tratei de procurar o design entre as folhinhas novas que haviam acabado de brotar. Mas nada. Então tive a ideia de furar uma rolha e passar o galho por dentro dela. Ainda faltava um farafuso para ganhar a cara do utensílio, pois os da uva ainda são jovens lisos sem caracois, quando pensei em improvisá-lo com a gavinha do chuchuzeiro. Tudo isto pedido numa noite para ser fotografado no outro dia, mas foi uma delícia rever rolhas velhas, observar a planta que renasce de um galho seco - nome mais apropriado este de videira, e entrar no espírito.

Fonte:

http://come-se.blogspot.com/2010/09/saca-rolhas-natural-na-capa-do-paladar.html

 

BannerFans.com